Seis juízes são removidos para outras comarcas no interior cearense

Por decisão unânime do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará, em sua reunião desta quinta-feira, 06, foi aprovada a remoção de seis juízes de comarcas do Interior. A reunião foi conduzida pelo presidente da Corte, desembargador Washington Araújo.

Juizes removidos

André Arruda Veras, titular da Vara Única de Farias Brito, para Vara Única da Comarca de Assaré;

Judson Pereira Spindola Júnior, da Vara Única de Milagres, para Vara Única de Caririaçu;

Diogo Altorbelli Silva de Freitas, da Vara Única de Alto Santo, para Vara Única de Tabuleiro do Norte;

Maurício Hoette, da Vara Única de Barro, para Vara Única da Comarca de Missão Velha;

Caio Lima Barroso, titular da Vara Única de Pentecoste, para Vara Única da Comarca de Caridade;

Lucas Medeiros de Lima, da Vara Única de Chorozinho, para Vara Única da Comarca de Redenção.

Há duas formas de movimentação na carreira de juiz: promoção e remoção, conforme determina a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman). Remoção é a transferência do juiz para comarca na mesma entrância, enquanto a promoção é para comarca de entrância diferente.

ENTRÂNCIA

Termo utilizado para classificar as comarcas, conforme critérios de número de processos, população e importância dos municípios (se são metrópole ou do interior).