Advogado Bruno Queiroz consegue absolver acusado de fraude no BNB

O advogado Bruno Queiroz conseguiu absolver, na 34° vara da  justiça federal no Ceará, o réu  Ivanildo Bernardo de Oliveira  acusado de fraudes milionárias ao Banco do Nordeste do Brasil. Também foram absolvidos  foram , no mesmo processo,  Francisco de Assis de Lima, João Batista Osmiro da Silva, Edivaldo Rodrigues de Sousa, Antônia Lucimeire Silvino de Oliveira, Thelma Soares Milograna, Cristiane Vasconcelos Sousa, Francisco Valeriano de Souza e Francisco de Souza Lima.

Entre os sentenciados estão funcionários públicos e empresários. O ex-gerente do BNB Ricardo de Menezes Maia, apontado como mentor do esquema criminoso, foi sentenciado a 25 anos de prisão em regime fechado. As fraudes resultaram em um desvio superior ao valor de R$ 15 milhões, destinados a programas da União. Também foram condenados: Maria de Lourdes de Freitas, João André Sales de Araújo, Gladson Marques Pontes, José Wanderley Dias Arruda, Hermano Sérgio Santos Fontenele, Alberto Crespo Bogotto, Antônia Elita de Araújo, Fernando Carlos Teixeira Fernandes, Reginilson Pires Barreto e Paulo Pepe Bezerra de Araújo.