Antônio dos Santos Mota – Respeitados e Admirados Advogados Cearenses

“Simplesmente ter uma sentença favorável ou contra o cliente em um processo, não significa exatamente que a justiça foi efetivada. É necessário solucionar o problema motivador da discussão.”

 

Inscrito sob o número 19.283 na Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Ceará, desde quando ingressou na entidade corporativa dos advogados brasileiros, em 2017, este jovem e respeitado dvogado cearense, casado, natural do município de Crateús, vem se destacando pela sua dedicação ao direito.

Graduado pela Universidade de Fortaleza –UNIFOR, instituição onde também concluiu sua pós-graduação em Processo Civil integra os quadros do escritório Aldairton Carvalho Sociedade de Advogados, com cerca de 20,000 processos em andamento, atuando notadamente nos ramos do Direito do Consumidor, Direito Civil e Direito Militar. Atento quanto à situação do mercado, diz que a advocacia brasileira parece passar por um momento de crise. Para ele, muitos advogados estão sendo lançados no mercado, ao tempo em que a demanda não se mostra suficiente para albergar a todos, seja pela quantidade incompatível de clientes em potencial, seja pela dificuldade do judiciário em dar resposta suficientemente rápida aos processos. Acrescenta ser “inegável que a fonte de renda do profissional do direito é eminentemente decorrente da solução de conflitos, que por sua vez, quase sempre desaguam no Poder Judiciário. Por esta razão, uma resposta célere da Justiça é essencial para a própria sobrevivência financeira do profissional. A impossibilidade do Judiciário em responder às demandas ajuizadas, faz com que muitos advogados sejam obrigados a buscar outros meios de sustento, visto que o retorno econômico da profissão tem sido bastante demorado.” Segundo ele, “a necessidade de se estabelecer uma equação equilibrada entre a quantidade de ações ajuizadas e a quantidade de processos respondidos pelo Judiciário é de fundamental importância para a manutenção dos profissionais dedicados a advocacia, razão pela qual a advocacia cearense padece das mesmas dificuldades ocorridas nacionalmente, no nosso caso, agravada pela escassez de servidores do judiciário, notadamente, no interior do Estado.”

Mesmo com todas essas dificuldades é afirmativo ao dizer que com certeza vale a pena ser advogado, alertando, todavia, que “é importante não esquecer que o caminho é difícil, cansativo e muitas vezes a recompensa não é proporcional ao trabalho desempenhado, havendo a necessidade de que o profissional seja perseverante e determinado.”

Por fim admira na sua atividade profissionala possibilidade de apaziguar conflitos, demandas.“Simplesmente ter uma sentença favorável ou contra o cliente em um processo, não significa exatamente que a justiça foi efetivada. É necessário solucionar o problema motivador da discussão.”

Aldairton Carvalho Sociedade de Advogados

Rua José Alencar Ramos, 385, Luciano Cavalcante

CEP 60813565 – Fortaleza – CE

(85)3262.3497 / 99610.8530

antonio.mota@aldairtoncarvalh