Des. Paulo Régis Botelho foi escolhido para compor lista tríplice para vaga de ministro do TST.

A escolha ocorreu nesta segunda-feira, 25,    pelo Pleno do Tribunal Superior do Trabalho, em votação por escrutínio secreto.  Os nomes escolhidos foram o da desembargadora Morgana Richa, do TRT da 9ª Região (PR), e dos desembargadores Sérgio Pinto Martins, do TRT da 2ª Região (SP), e Paulo Régis Machado Botelho, do TRT da 7ª Região (CE).

O desembargador cearense recebeu a maior quantidade de votos, tendo sido indicado por 25 dos ministros do TST.  Eles vão compor a lista tríplice para preenchimento de vaga de ministro destinada à magistratura de carreira decorrente do falecimento do ministro Walmir Oliveira da Costa. Ao todo, 16 candidatos concorreram à vaga. A lista com os três nomes segue para apreciação do presidente da República, a quem caberá escolher um deles.

O desembargador Paulo Régis Machado Botelho ingressou na Justiça do Trabalho em 1993, como juiz substituto do TRT da 6ª Região (PE), onde permaneceu até 1994, quando retornou ao Ceará após se submeter a novo concurso para a magistratura e se integrar, de forma definitiva, ao TRT da 7ª Região (CE). Foi promovido a desembargador em dezembro de 2018. Desde janeiro deste ano, exerce o cargo de corregedor-regional.