Mais de 6 milhões de pessoas vão votar no Ceará nas eleições deste ano, segundo dados do TSE. Veja os números

O Tribunal Superior Eleitoral(TSE) divulgou, na última sexta-feira, 15/7, dados sobre o eleitorado apto a votar nas Eleições 2022. No país, 156.454.011 eleitoras e eleitores vão às urnas no dia 2 de outubro. Desse número, 6.820.673 compõem o eleitorado cearense apto a votar. Em Fortaleza, o quantitativo é de 1.869.135 eleitoras e eleitores. Neste ano, serão eleitas(os) novas(os) representantes para Presidência da República, Governo do estado, Senado Federal, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa.

Eleitores

Segundo as estatísticas da Justiça Eleitoral, houve um aumento de 7,5% do eleitorado cearense desde as últimas eleições gerais do país, em 2018. Naquele pleito, o número de eleitoras(es) habilitadas(os) a votar era de 6.344.483. Na capital, o acréscimo foi de 5,2% em relação a 2018, que contava com 1.776.365 votantes.

Mulheres são maioria

O Cadastro Eleitoral de 2022 mostra, mais uma vez, que a maior parte do eleitorado cearense é composta por mulheres. Ao todo, são 3.603.756 eleitoras, o que equivale a 52,84% do total. Já os homens são 3.216.220, sendo 47,15%. Há ainda outros 697 votantes que não informaram gênero, num total de 0,01%.

Nome social

Pela terceira eleição consecutiva, a Justiça Eleitoral garante que pessoas transgênero, transexuais e travestis tenham o nome social – aquele pelo qual o(a) eleitor(a) prefere ser designado(a) – impresso no título de eleitor e no caderno de votação.

Neste ano, 2.145 eleitoras(es) cearenses farão uso do nome social, um total de 0,03% do eleitorado apto. Em 2018, esse número foi de apenas 481 pessoas, um aumento total de 1.664 pessoas que optaram pelo nome social ao se registrarem ou atualizarem os dados na Justiça Eleitoral.

Voto facultativo

No Brasil, o voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos, para as pessoas acima dos 70 anos e para votantes com analfabetismo. Nas eleições de 2022, no Ceará, 131.463 jovens com 16 e 17 anos poderão votar. Esse número corresponde aos que terão essa idade no dia 2 de outubro, data do primeiro turno do pleito.

Em 2018, essa faixa etária era de 112.340 votantes. Houve um crescimento de 17% nessa faixa etária do eleitorado, atribuído principalmente às ações promovidas pela Justiça Eleitoral durante a Semana do Jovem Eleitor. Somente nos quatro primeiros meses de 2022 o Brasil ganhou mais de dois milhões de novas(os) eleitoras(es) jovens.

O eleitorado acima de 70 anos também cresceu. O salto foi de 24,2%, indo de 500.314 em 2018 para 621.231 idosos(as) em 2022. Esse número representa 9,1% de todo o eleitorado apto a votar no dia 2 de outubro.

Vale destacar a redução no quantitativo de eleitoras(es) com analfabetismo. No pleito de 2018, eram 511.963 votantes. Neste ano, estão habilitadas(os) para votar, 504.111, uma diminuição de 7.852 pessoas analfabetas em relação a 2018.

Escolaridade

Quanto ao grau de instrução, os dados do Cadastro Eleitoral mostram uma mudança importante em relação a 2018 no país: a maior parcela do eleitorado se concentra entre aquelas(es) que declararam possuir o ensino médio completo. O Ceará registra a mesma mudança. São 1.742.809 pessoas que concluíram o segundo grau, o equivalente a 25,5% do total. Nas eleições anteriores, em 2018 e 2014, a principal faixa do eleitorado era aquela composta por pessoas com o ensino fundamental incompleto.

Neste ano, as brasileiras e os brasileiros que disseram contar apenas com o ensino fundamental incompleto alcançaram a marca de 1.421.674, correspondente a 20,8% de todo o eleitorado. Na sequência, 1.117.851 eleitoras(es) afirmaram ter o ensino médio incompleto (16,4%) e 756.636 declararam saber ler e escrever (11,1%).

Eleitorado com deficiência

Para as Eleições 2022, 65.156 de eleitoras e eleitores declararam ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida, um crescimento de 18.204 pessoas em relação a 2018, quando 46.952 pessoas afirmaram estar nessas condições, um aumento de 38,7%.

De acordo com o Calendário Eleitoral, o(a) eleitor(a) nessa situação tem até o dia 18 de agosto para solicitar transferência para uma seção com acesso facilitado.

Seções eleitorais

Houve um aumento de mais de 800 seções eleitorais no estado, o que implica na necessidade de incremento de mais de 3.000 mesárias(os) para o pleito de 2022. Em 2018, o Ceará contava com 24.008 seções eleitorais. Para as eleições deste ano, há 24.826 seções disponíveis para o eleitorado apto do estado.

Mais informações sobre o perfil do eleitorado em 2022 podem ser obtidas na página de Estatísticas do TSE.

Fonte – Comunicação Social do TRE