Ministério público quer atualização dos protocolos sanitários para suspender aferição de  temperatura de pessoas no acesso a estabelecimentos

O ministério público cearense recomendou, nesta segunda-feira, 19, que o Governo do Estado atualize protocolos setoriais sanitários a fim de suspender a obrigação de aferir a temperatura das pessoas no acesso a estabelecimentos, como medida de triagem de casos suspeitos de Covid-19, enquanto não houver motivos sanitários que justifiquem a obrigação. A recomendação foi destinada à Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) e à Casa Civil, com prazo de cinco dias para que o Governo do Ceará comunique sobre a aceitação e a adoção das medidas para cumprir a recomendação.