Morre o dr. Ernando Uchoa Lima, ex-presidente do Conselho Federal da OAB

O velório  aconteceu no Cemitério Jardim Metropolitano, onde o corpo será sepultado..

Assista aqui o vídeo Ernando Uchoa Lima, O Pacificador.

Perfil

Francisco Ernando Uchoa Lima nasceu na cidade de Fortaleza no dia 20 de abril de 1932, filho de Luís Alves Lima e Ester Uchoa Lima. Cursou os antigos Primário, Ginasial e Científico no Colégio Lourenço Filho, do qual foi Professor e Diretor.

Na juventude, líder estudantil com atuação nacional.

Bacharel e Licenciado em Filosofia pela ex-Faculdade Católica de Filosofia do Ceará, Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará na qual concluiu, também, a pós-graduação em Criminologia.

Foi o orador oficial de todos os cursos, secundários e superiores. Considerado como um dos mais brilhantes advogados criminais, com destacada atuação no Tribunal do Júri.

Conselheiro (aposentado) do Tribunal de Contas do Ceará.

Foi Senador da República, Secretário da Cultura nos Governos César Cals e Adauto Bezerra e Secretário da Justiça no Governo Gonzaga Mota, bem assim Secretário Municipal de Educação e Cultura de Fortaleza, nos Governos Murillo Borges e José Walter.

Ex-Presidente do Conselho Estadual de Educação e do Conselho Estadual de Culturas.

Ex-Presidente Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil e Presidente da OAB-CE (dois mandatos).

Integrou o Conselho Nacional do Ministério Público (dois mandatos), na qualidade de representante do Conselho Federal da OAB, assim como o Conselho Superior da Associação Cearense de Imprensa.

Membro da Academia Cearense de Letras, e um dos fundadores da Academia de Retórica e da Academia Fortalezense de Letras.

Pertence à Academia Brasileira de Direito Criminal (São Paulo); Sócio Honorário do Instituto de Ciência Política de São Paulo; Sócio Efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros – IAB (Rio de Janeiro); Sócio Honorário do Instituto do Ceará (Histórico, Geográfico e Antropológico), Membro Honorário Vitalício do Conselho Federal e do Conselho Secional da OAB.

Possui, dentre muitos outros, os seguintes títulos publicados: A Palavra e o Tempo, Ação Democrática (atuação parlamentar), Ideias e Perfis, com prefácio do saudoso Mestre Paulo Bonavides, Hamlet – Louco ou Simulador? Crimes e Criminosos na Literatura Machadiana, O Advogado e a Liberdade, Clodoaldo Pinto.

Foi agraciado com as seguintes comendas: Medalha José Bonifácio, Medalha José de Alencar, Medalha Tomás Pompeu, Medalha Boticário Ferreira, Medalha do Mérito Judiciário do Trabalho – no grau de Grande Oficial, Medalha Advogado Padrão, Comenda do Mérito Naval – no grau de Comendador e Troféu Sereia de Ouro, outorgadas, respectivamente, pelo Senado Federal, Governo do Estado do Ceará, Academia Cearense de Letras, Câmara Municipal de Fortaleza, Tribunal Regional do Trabalho, Conselho Secional da OAB, Presidência da República e Sistema Verdes Mares de Rádio e Televisão.

Em sua homenagem, foi publicado o livro HUMANISMO E LIBERDADE – A TRAJETÓRIA DE ERNANDO UCHOA, organizado e prefaciado pelo Procurador da Fazenda Nacional, Dr. Rommel Macedo, com a colaboração do Professor Dimas Macedo.