Projeto da deputada Augusta Brito (PCdoB) sugere atenção prioritária para mulheres com deficiência em hospitais

Projeto aprovado pela Assembleia Legislativa sugere atendimento exclusivo para mulheres portadoras de deficiência em hospitais e clínicas do Ceará. A proposição, iniciativa da deputada Augusta Brito (PCdoB), foi aprovada na sessão plenária do último dia 13. Ao justificar a proposta, a deputada destacou que o Ceará possui atualmente mais de dois milhões de pessoas com deficiência, o que requer uma atenção maior para essa população. A deputada defende que é preciso “assegurar, de forma efetiva, o acesso a todos os equipamentos de saúde para essas pessoas”.

Por se tratar de projeto de indicação e, portanto, sugestão, cabe ao Governo, se acatar, enviar a proposta em forma de mensagem para a apreciação da Assembleia Legislativa.