Ex-prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, é condenado e torna-se inelegível por 8 anos

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, presidido pelo desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, deu provimento, por unanimidade, ao Recurso Eleitoral 0600101-44.2020.6.06.01, na Ação de Investigação Judicial Eleitoral, oriundo de Caucaia. A decisão tornou inelegível, por oito anos, , candidato derrotado à reeleição, e cassou os registros de candidatura dele e de Eneas Campos Gois, candidato a vice-prefeito, por conduta vedada a agente público e abuso de poder político e de autoridade.

De acordo com os autos, o então candidato à reeleição em Caucaia, Naumi Gomes Amorim, utilizou as redes sociais da prefeitura para divulgar promoção pessoal, em desvio de finalidade da norma constitucional, ensejando o uso de verbas e bens públicos para benefício pessoal.