Des. Haroldo Máximo homenageado na sua despedida da presidência do TRE-CE

Por ocasião em que presidiu pela última vez a sessão do Pleno do TRE-CE ,nesta quarta-feira, 02,  o desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, cuja gestão terminou ontem, 04,  foi alvo de expressiva homenagem por parte dos membros da Corte, funcionários e advogados presentes.

O juiz do Pleno e diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), Roberto Viana, enalteceu a gestão do desembargador Haroldo Máximo: “coberta de êxito, que coroou sua atuação destacada na Magistratura Estadual”.

Já juiz Eduardo Scorsafava  ressaltou a sua marca de um grande gestor, de um grande presidente, que presidiu as Eleições, uma das mais difíceis, neste momento democrático do país, com muita tranquilidade.

Na sequência, o juiz David Sombra destacou  os êxitos da gestão, como a reestruturação e a reorganização do TRE para o trabalho no viés digital, e a importância da implementação das sessões virtuais para a segurança dos(as) participantes do processo eleitoral.

A juíza Kamile Castro parabenizou o presidente e agradeceu os ensinamentos e a confiança depositada nela, quando da nomeação para ouvidora substituta do TRE, que permitiu a conquista de outros cargos, como a Presidência do Colégio de Ouvidores da Justiça Eleitoral.

O juiz George Marmelstein destacou a capacidade do desembargador de gerir e de liderar perante o Colegiado. Além disso, frisou a vivacidade, a energia e a pontualidade, “que são provas bem características do seu trabalho e que eu vou levar comigo como exemplo”.

A procuradora regional eleitoral, Lívia Sousa, registrou seu carinho e profunda admiração pelo trabalho do desembargador, enquanto ao finalizar a homenagem,  o diretor-geral, Hugo Pereira, agradeceu, em nome das servidoras e dos servidores, a gestão do desembargador no biênio, destacando o desafio da finalização do cadastro biométrico com o mutirão no Centro de Eventos.

Discurso de despedida

No seu discurso de despedida, o desembargador Haroldo Máximo leu o trecho do seu pronunciamento de posse como presidente do TRE-CE, em que rogou a Deus proteção, luz e força para que pudesse cumprir seu papel de forma exitosa, e destacou: “Deus atendeu as minhas súplicas e ainda, as outras que sequer fiz referência no discurso, que foram as boas amizades consolidadas no trabalho”.