Vereador Antônio Henrique  reforça compromisso da Câmara com a população de Fortaleza

Na sessão de reabertura dos trabalhos, realizada no Plenário Fausto Arruda, na manhã desta segunda-feira, 2, o presidente do Legislativo, vereador Antônio Henrique (PDT), destacou a produção legislativa dos parlamentares durante o primeiro semestre de 2021 e reforçou os desafios que a Casa terá pela frente diante do cenário vivenciado pela cidade com a vacinação dos fortalezenses, a retomada da economia e a expectativa de superação da pandemia.

“Hoje estamos oficialmente retomando os trabalhos no segundo semestre de 2021 na Câmara Municipal de Fortaleza e quero dizer que estou bastante otimista com esse retorno porque sei que os vereadores e vereadores dessa Casa vão continuar fazendo o brilhante trabalho de defesa dos direitos de todos os fortalezenses, com mais força e energia”, reforçou.

De acordo com o presidente, esse já tem sido o compromisso da Câmara Municipal de Fortaleza, que foi protagonista de diversas ações em benefício da população, através da apresentação de mais de 5 mil projetos no primeiro semestre. Dentre eles, Antônio Henrique citou: o congelamento das passagens de ônibus; o pacote de socorro fiscal, que apoia os micro e pequenos empreendedores; o Programa de Proteção Alimentar; a distribuição de cestas básicas para beneficiários do Bolsa Família, taxistas, mototaxistas, motoristas de aplicativo e do transporte escolar.

Para o segundo semestre, Antônio Henrique apresentou algumas das missões do Legislativo, como o acompanhamento da cobertura vacinal da população de Fortaleza, através da Frente Parlamentar em Defesa da Imunização e os desafios na retomada da economia. O presidente ainda aproveitou a ocasião para chamar a atenção das pessoas sobre a importância de se imunizarem, independente de qual seja a vacina, afim que todos possam retomar às suas rotinas de forma segura e responsável.

“Devemos confiar em cada uma das vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil. Todas elas foram devidamente testadas. Diante disso, não podemos escolher vacinas. Todas as que estão no Brasil são seguras e eficazes contra a Covid-19. E somente com a vacina no braço, vamos conseguir reduzir as taxas de morte e de infecção da doença e, assim retomarmos a nossa rotina e a nossa economia de forma plena”, frisou.

O presidente reforçou o compromisso da Câmara Municipal no amparo à população e na superação da crise. “Logo logo vamos ter alcançado o patamar ideal de vacinação da nossa população e avançar na superação dessa crise. A nossa esperança é que em breve as pessoas andem nas ruas sem máscara, as criança retornem para as aulas e que a economia volte a girar no ritmo de sempre ou ainda mais acelerado. Mas isso só será possível se cada um fizer a sua parte. E nós, vereadores de Fortaleza, estamos muito conscientes da nossa responsabilidade. E não vamos descansar enquanto não superarmos esse momento juntos”, apontou.

Novos serviços para a população

O presidente Antônio Henrique também anunciou que a partir deste segundo semestre, a Câmara Municipal contará com uma série de serviços voltadas para o atendimento da população. “Nós firmamos parcerias com órgãos públicos e através da nova Central da Cidadania as pessoas poderão vir aqui para emitir RG, CPF, atestado de antecedentes criminais, carteira de estudante e cartão de gratuidade infantil para quem anda de ônibus, além do Bilhete Único e o cartão do idoso. Vamos ter também o núcleo do Procon que vai mediar conflitos de direitos do consumidor e vários serviços da AMC”, destacou.

De acordo com o presidente, o objetivo é aproximar ainda mais a população dos trabalhos da Câmara. “Essa é a Casa do Povo e é assim que ela deve ser vista por todos os fortalezenses. Estamos aqui para servir aos cidadãos e cidadãs dessa cidade”, disse. A data de inauguração dos serviços ainda não foi anunciada.

Formato das sessões

Por meio da Portaria n° 075, de 30 de julho de 2021, foi definido que até o dia 15 de agosto, as sessões vão continuar acontecendo no formato híbrido, nos dias de quarta e quinta-feira, mas com a permissão dos vereadores acompanharem diretamente do Plenário. “Queremos garantir a total segurança do trabalho, permitindo que os vereadores consigam participar das discussões e das votações daqui do plenário ou de seus gabinetes, para evitar aglomerações. Isso porque esta Casa tem responsabilidade com a vida”, assegurou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CMF