Atitude de promotora de justiça provoca suspensão de audiência no Eusébio – Ce

Ao se recursar a sentar-se, permanecendo de pé. A promotora de justiça Emilda Afonso de Sousa,  levou à juíza Rejane Eire Fernandes Alves a suspender ontem, na comarca de Eusébio, região metropolitana de Fortaleza, audiência que se realizava na 3ª Vara daquela comarca.

Na abertura da audiência, a promotora de justiça recusou-se a sentar-se ao lado dos advogados e das partes, permanecendo de bem ora no dia anterior tenha requerido o lugar que lhe fora disponibilizado. Dada a situação, a magistrada, suspensa a audiência,  determinou a lavratura da ata, com imediata  comunicação à Corregedoria Geral de Justiça do Tribunal de Justiça do Ceará.