DECON interdita empresas engarrafadoras de água por risco sanitário à saúde do consumidor

Ao fiscalizar nos últimos dias 31 de maio e 1º de junho  quatro empresas engarrafadoras de água adicionadas de sais minerais localizadas em Fortaleza, o DECON autuou três delas,  sendo que uma foi interditada por apresentar aspectos totalmente inapropriado para o funcionamento.

Empresas fiscalizadas:

No dia 31 de maio –

Kero Mais: no bairro Vila Peri – Auto de infração: encontrado vazamentos em um dos reservatórios e sem aspecto de conservação; não comprovou a troca periódica dos filtros;

Água São Mateus: no bairro Passaré – Auto de Infração e Interdição cautelar de suas atividades: Casa de captação (poço) suja e com focos de contaminação e condições higiênico-sanitárias insatisfatória; canalização da água para consumo humano com vazamento e sem identificação visível do seu fluxo; não comprovou os testes de qualidade da água; encontrado vazamentos em um dos reservatórios.  A água não estava sendo produzida, armazenada e distribuída de forma a evitar contaminação microbiológica; não comprovou a troca periódica dos filtros; não comprovou a higienização das tampas dos garrafões; a sala de envase em estado inapropriado de higiene e conservação, com goteiras e mofo pelo teto; não havia controle de qualidade da água captada; não apresentou o certificado de controle de pragas; sem registro no Conselho Regional de Química; não havia precificação dos produtos.

No dia 1º de junho:

Água Ouro Azul: no bairro Mondubim – Relatório de Visita: Não apresentou nenhuma irregularidade.

Plurágua: no bairro Mondubim – Auto de Infração: Casa de captação (poço) suja e com focos de contaminação e condições higienico-sanitárias insatisfatória; parte da canalização encontrava-se sob o solo, impossibilitando o acesso para inspeção visual; canalização não se encontrava devidamente identificada.