Por proposta do vereador Guilherme Sampaio (PT), Câmara de Fortaleza  debate regulamentação do comércio ambulante nos terminais de ônibus

A Câmara Municipal de Fortaleza realizou nesta terça-feira, 3, no auditório Ademar Arruda, audiência pública para tratar sobre a regulamentação da atuação dos vendedores ambulantes nos terminais de ônibus de Fortaleza, e a concessão para empresas privadas administrarem os terminais da Capital. A demanda é fruto de audiência pública, projeto e regulamentação proposta pelo vereador Guilherme Sampaio (PT). Segundo o parlamentar, desde que foi terceirizada a administração dos terminais houve o recebimento de queixas dos trabalhadores do comércio ambulante com relatos de dificuldade na manutenção dos trabalhadores nos terminais e como consequência o impacto econômico na vida de várias famílias.

O vereador Guilherme Sampaio relembrou que apresentou um projeto de regulamentação da atividade para a categoria e que está tramitando na Câmara Municipal Fortaleza, no entanto, com a divulgação de uma privatização dos terminais, a questão voltou à tona. “Estamos discutindo esse projeto, só que recentemente apareceu um dado novo de que a Prefeitura pretende privatizar os terminais. A nossa preocupação aumentou. O que será que acontecerá com os trabalhadores ambulantes dos terminais com essa nova intenção da gestão?”, questionou o parlamentar